Hipermetropia: entenda o que é, quais as causas e que tratamentos são úteis

  • Saúde visual
7 min leituraPublicado a: 03/04/2024Última actualização a: 16/04/2024
Exame Hipermetropia

Ver bem ao perto, para certas pessoas, pode ser um desafio. É o seu caso ou conhece alguém nesta situação? Então, saber tudo sobre hipermetropia é fundamental, para que consiga identificar os sinais e lidar com o problema da melhor forma para a sua saúde visual.

Se procura informações fidedignas sobre o assunto, este artigo é para si. Iremos explicar melhor o que é este problema, o que provoca e como se corrige.

Entenda melhor a hipermetropia

Sendo um erro refrativo, a hipermetropia prejudica a visão. As dificuldades que causa são sentidas a curtas distâncias. Isto significa que, os pacientes que a apresentam, tendem a ver mal ao perto. Assim, atividades como ler, usar o telemóvel ou o computador ou até subir degraus podem estar comprometidas.

Mas como é que isto acontece?

Num olho normal, a luz entra pela córnea (a zona da frente do olho) e é focada na retina, que a vai depois transmitir ao cérebro para criar uma imagem. Num olho com hipermetropia, esta luz é focada num ponto imaginário atrás da retina, pelo que a informação transmitida ao cérebro é pouco nítida. É assim que se forma a dificuldade visual.
Optivisão

Este problema pode ter diversas causas, sendo os mais comuns:

  • Olho com comprimento mais reduzido;
  • Córnea mais plana que o normal;
  • Pode ainda ter origem patológica (congénita ou adquirida).

Dependendo dos casos, a condição pode ser leve, moderada ou acentuada.

Os sintomas de quem tem hipermetropia

Optivisão

A hipermetropia nem sempre apresenta sinais, em especial se tiver um grau reduzido. No entanto, alguns pacientes podem experimentar alguns sintomas que, dependendo da sua intensidade, são mais ou menos incomodativos.

Com este erro refrativo, é frequente existir a necessidade de esforçar a visão para tentar ver bem. Deste esforço pode resultar a sensação de vista cansada, dores de cabeça e vermelhidão ocular. A capacidade de concentração e a produtividade podem sair prejudicadas.

Dependendo da idade e do grau da hipermetropia podem também existir sintomas de desfoque em visão de longe.

Os sintomas associados à hipermetropia dependem de vários factores, tais como:

  • Idade;
  • Grau de ametropia;
  • Amplitude de acomodação (explicar)
  • Bilateralidade;

Alguns sintomas mais comuns podem incluir:

  • Cansaço (especialmente em tarefas de perto);
  • Dores de cabeça;
  • Flutuação na visão;
  • Maior dificuldade para ver objetos próximos.

Hipermetropia e astigmatismo: uma combinação comum

É frequente a hipermetropia surgir associada a outro erro refrativo designado por astigmatismo.

Deste modo, além da perda da nitidez, os pacientes podem também sentir distorção visual, quer ao perto, quer ao longe. Como resultado, a acuidade visual fica ainda mais diminuída e a qualidade de vida mais afetada.

Conheça tudo sobre a hipermetropia infantil

A hipermetropia infantil é bastante comum. A razão para a incidência deste problema na infância pode estar relacionada com o facto de os olhos das crianças serem mais pequenos, o que estimula a formação das imagens atrás da retina e a consequente dificuldade visual ao perto.

Nesta faixa etária, pode ser difícil identificar o problema, pelo que é importante ter atenção a dores de cabeça recorrentes, à redução do aproveitamento escolar e às dificuldades de concentração que as crianças podem transparecer.

O sistema visual à nascença é hipermetrope, atingindo, por norma, a emetropização (erro refrativo nulo) por volta dos 12 anos.

Optivisão

À medida que o desenvolvimento vai continuando e os olhos vão crescendo, o problema tende a reduzir ou até desaparecer.

Nos cenários em que isto não se verifica, é essencial encontrar uma solução com um oftalmologista e/ou um optometrista. Caso contrário, o problema pode agravar e até interferir com o normal desenvolvimento visual, levando, por exemplo, a situações de olhos preguiçosos (ambliopia) ou de estrabismo.

Tratar a hipermetropia para recuperar uma boa visão

É frequente que pacientes que têm hipermetropia consigam ajustar a visão a curtas e longas distâncias de forma espontânea. Este é um processo em que ocorre uma acomodação automática dos músculos oculares para focar os objetos.

Contudo, com o envelhecimento ou com o cansaço dos olhos, por exemplo, esta capacidade pode ser diminuída. Então, será necessário encontrar uma estratégia para corrigir, tratar ou compensar este erro refrativo. O tratamento é variável, dependendo das necessidades visuais de cada paciente e das suas próprias preferências.

Uma das soluções mais comuns e eficazes é usar lentes oftálmicas com óculos para corrigir a hipermetropia. As lentes para este problema são convexas, mais espessas no centro do que nas extremidades, o que promove a focagem da luz na retina, como é suposto.

Optivisão

As lentes de contacto também são uma possibilidade, em especial para quem deseja ter mais liberdade e dispensar os óculos. Estas podem ser esféricas ou multifocais.

Viva bem com a sua hipermetropia com o acompanhamento certo

Optivisão

Agora já sabemos que há soluções para corrigir a visão a curtas distâncias. Por isso, aposte num acompanhamento profissional regular, com um oftalmologista e/ou com um optometrista, para ir avaliando a sua visão ao longo do tempo e iniciar um tratamento o mais cedo possível, caso seja necessário. Assim sendo, preserva a sua acuidade visual, evitando que o problema agrave.

O acompanhamento especializado permite ainda perceber qual é a solução mais eficaz para a sua situação e para o seu nível de hipermetropia em específico. Isto faz com que consiga ver com toda a clareza, vivendo sem limitações e com uma boa qualidade de vida, sem prejudicar as suas atividades diárias.

Na Optivisão, contamos com uma equipa de profissionais muito experientes que inclui optometristas credenciados. Pode beneficiar de aparelhos de diagnóstico de última geração e encontrar variadas soluções de saúde visual - lentes oftálmicas monofocais ou progressivas e lentes de contacto de variadas marcas, incluindo de marca própria.

Graças à nossa especialização e recursos inovadores, os seus produtos são personalizados à sua medida, ao nível da sua dificuldade visual e do seu estilo de vida.

Marque um exame visual na Optivisão para diagnosticar e corrigir a hipermetropia e prepare-se para ter uma visão perfeita.